Curta a página oficial do blogger para receber as notificações direto em seu Facebook, além de novidades que serão apenas postadas lá.

Procurando por algo?

Carregando...
0

Capítulos de Magnus Chase

.. segunda-feira, 6 de julho de 2015 Nenhum comentário:
CAPÍTULO 1 – BOM DIA! VOCÊ VAI MORRER.YEAH, EU SEI. Vocês, caras, vão ler sobre como eu morri em agonia, e vocês estarão tipo, ” Wow! Isto parece legal, Magnus! Posso morrer em agonia também?”
Não. Só não.
Não vá pulando de nenhum telhado. Não corra na rodovia ou coloque fogo em si. Não funciona deste jeito. Você não acabará onde eu acabei.
Fora que, você não gostaria de lidar com a minha situação. A não ser que você tenha alguma vontade louca de ver guerreiros mortos cortando uns aos outros em pedaços, espadas voando para cima de narizes gigantes, e elfos negros em roupas carrancudas, você não deveria sequer pensar em achar os portões com cabeça de lobo.
Meu nome é Magnus Chase. Tenho dezesseis anos. Esta é a história de como minha vida desceu ladeira abaixo depois de eu ter me matado.
***
Meu dia começou bom o suficiente. Eu estava dormindo na calçada debaixo de uma ponte no Public Garden quando um cara me acordou com um chute e disse: “Eles estão atrás de você.
Aliás, eu venho sendo um sem-teto há dois anos.
Alguns de vocês devem pensar Ah, que triste. Outros devem pensar, Ha, ha, perdedor! Porém, se você me visse na rua, noventa e nove por cento de chance de que você andaria direto por mim como se eu fosse invisível. Você oraria, Não o deixe me pedir dinheiro. Você teria achado que sou mais velho do que eu aparento, porque certamente um adolescente não estaria preso em um saco de dormir velho e fedido no meio de um inverno de Boston. Alguém deveria ajudar aquele pobre garoto!
Então, você continuaria andando.
Tanto faz. Eu não preciso de sua simpatia. Estou acostumado a ser ridicularizado. Estou, definitivamente, acostumado a ser ignorado. Vamos continuar.
O vagabundo que me acordou era um cara chamado Blitz. Como sempre, ele parecia como se estivesse correndo através de um furacão de sujeira. Seu cabelo negro e áspero estava cheio de pedaços de papel e galhos. Seu rosto estava da cor de couro de poltrona, salpicada com gelo. Sua barba enrolava em todas as direções. A neve estava encrustada no final de sua capa de chuva, que ele arrastava próxima aos seus pés – Blitz tinha um pouco mais de 1,60 metro (N.T. no original, 5 feet 5, ou seja, 5 pés e 5 polegadas, que dá aproximadamente 1,65 metro) – e seus olhos eram tão dilatados que suas íris eram toda a pupila. Sua expressão alarmada de sempre que fazia parecer que ele poderia começar a gritar a qualquer segundo.
Eu pisquei para a lama sair dos meus olhos. Minha boca tinha gosto de hambúrguer velho. Meu saco de dormir estava quente e eu realmente não queria sair dele.
Quem está atrás de mim?
Não tenho certeza.” Blitz esfregou o nariz, que foi quebrado tantas vezes que ziguezagueava como um relâmpago. “Eles estão distribuindo flyers com seu nome e sua foto.
Eu praguejei. Policiais aleatórios e guardas florestais, eu posso lidar. Monitores, voluntários de serviço à comunidade, universitários bêbados, viciados procurando alguém fraco e pequeno para roubar – acordar com todos seria tão fácil quanto acordar com panquecas e suco de laranja.
Mas quando alguém sabe meu nome e conhece meu rosto – isto é ruim. Isto significa que eles visam especificamente a mim. Talvez o pessoal do abrigo esteja louco comigo por quebrar o rádio deles. (Essas canções de Natal estavam me deixando louco.) Talvez a câmera de segurança tenha me pego na última vez que bati carteiras no Theater District. (Hey, eu precisava de dinheiro para pizza.) Ou talvez, como parece improvável, a polícia continue a procurar por mim, querendo fazer perguntas sobre o assassinato da minha mãe…
Eu empacotei minhas coisas, o que levou três segundos. O saco de dormir foi enrolado bem apertado e coube na minha mochila com minha escova de dentes e uma troca de meias e roupa de baixo. Exceto pelas roupas na minha costa, isto era tudo que eu tinha. Com minha mochila sobre o meu ombro e o capuz da minha jaqueta puxado para baixo, eu poderia me misturar com o tráfego de pedestres muito bem. Boston era cheia de universitários. Alguns deles até mais desgrenhados e jovens que eu.
Eu virei para Blitz. “Onde você viu essas pessoas com os flyers?
Beacon Street. Eles estão vindo por este caminho. Cara branco de meia idade e uma adolescente, provavelmente sua filha.
Eu fiz uma careta. “Isto não faz sentido. Quem-
Eu não sei, garoto, mas tenho que ir.” Blitz olhou de soslaio para o nascer do sol, que fazia as janelas dos arranha-céus ficarem laranjas. Por razões que eu nunca entendi muito bem, Blitz odiava o nascer do sol. Talvez ele fosse o vampiro sem-teto mais baixo e mais robusto do mundo. “Você deveria ir ver Hearth. Ele está em Copley Square.
Eu tentei não me sentir irritado. O pessoal da rua fazia piadas chamando Hearth e Blitz de minha mãe e meu pai, porque um ou outro pareciam sempre estar próximo de mim.
Eu aprecio isso,” eu disse. “Eu ficarei bem.”
Blitz mastigou o dedo. “Não sei, garoto. Não hoje. Você deve ser extremamente cuidadoso.
“Por quê?”
Ele olhou por cima do meu ombro. “Estão vindo”.
Eu não vi ninguém. Quando me virei, Blitz tinha ido.
Eu odiava quando ele fazia isto. Só – poof. O cara era como um ninja. Um vampiro sem-teto ninja. Agora eu tinha uma escolha: ir para Copley Square e conversar com Hearth, ou seguir em frente na Beacon Street e tentar achar as pessoas que estavam me procurando.
A descrição de Blitz deles me deixava curioso. Um cara branco de meia idade e uma adolescente me procurando no nascer do sol em uma manhã gelada. Por quê? Quem eram eles?
Eu me arrastei ao longo da borda da lagoa. Quase ninguém tomou a trilha debaixo da ponte. Eu poderia me esconder e poderia procurar qualquer um que se aproximasse na trilha de cima sem que eles me vissem.
Neve revestia o chão. O céu estava de um azul doloroso aos olhos. Os ramos da árvore nus pareciam ter sidos mergulhados no vidro. O vento cortava através das minhas camadas de roupas, mas o frio não me importava. Minha mãe costumava brincar que eu era meio urso polar.
Droga, Magnus, eu me repreendi.
Depois de dois anos, minhas memórias dela continuavam a ser um campo minado. Eu tropecei em uma, e imediatamente a minha compostura foi explodida em pedaços.
Tentei focar.
O homem e a garota estavam vindo por este caminho. O cabelo cor de areia do homem cresceu sobre o seu colarinho – não como um estilo intencional, mas como se ele não pudesse ser incomodado para cortá-lo. Sua expressão frustada me lembrava a dos professores substitutos: eu sei que fui atingido por uma bolinha de cuspe, mas não tenho ideia de onde veio. Seus sapatos estavam totalmente errados para o inverno de Boston. Suas meias eram de tons diferentes de marrom.  Sua gravata parecia que tinha sido amarrada enquanto ele girava na mais profunda escuridão. A garota era definitivamente sua filha. Seu cabelo era tão grosso e ondulado, embora de um loiro mais claro. Ela estava vestida de uma maneira mais sensata com botas de neve, jeans e um casaco, com uma camiseta laranja escapando para fora do decote. Sua expressão era mais determinada, raivosa. Ela agarrou um maço de panfletos como se fossem redações suas que foram corrigidas injustamente.
Se ela estava procurando por mim, eu não queria ser encontrado. Ela era assustadora.
Eu não reconheci a ela ou a seu pai, mas algo puxou na parte de trás do meu crânio… como um imã tentando puxar uma memória muito velha.
Pai e filha pararam na bifurcação. Eles olharam em volta como se só agora percebessem que eles estavam no meio de um parque deserto em uma hora ingrata na calada do inverno.
Inacreditável,” disse a garota. “Eu quero estrangulá-lo.
Assumindo que ela estava falando de mim, me agachei um pouco mais.
Seu pai suspirou. “Nós provavelmente deveríamos evitar matá-lo. Ele é seu tio.
Mas dois anos?” a garota perguntou. “Pai, como ele pode não nos contar por dois anos?
Eu não posso explicar as ações de Randolph. Eu nunca pude, Annabeth.” Eu respirei tão alto, que tive medo deles me ouvirem. Uma crosta foi tirada do meu cérebro, expondo memórias de quando eu tinha seis anos de idade.
Annabeth. O que significava que o homem de cabelo de areia era… Tio Frederick?
Eu me lembrei da última ação de graças em família que dividimos: Annabeth e eu nos escondendo na biblioteca da casa do tio Randolph na cidade, brincando com dominó, enquanto os adultos gritava uns com os outros lá embaixo.
Você tem sorte de viver com sua mãe. Annabeth colocou outra peça em sua construção em miniatura. Era incrivelmente boa, com colunas na frente como um templo. Eu vou fugir.Eu não tinha dúvida de que ela quis dizer isso. Eu estava admirado pelo seu segredo.
Então Tio Frederick apareceu na entrada. Seus punhos estavam fechados. Sua expressão carrancuda estava em desacordo com a rena sorridente em seu suéter. Annabeth, estamos indo.
Annabeth me olhou. Seus olhos cinzas eram um pouco ferozes demais para uma criança da primeira série. Fique bem, Magnus.
Com um estalo de seu dedo, ela bateu no seu templo de dominó.
Esta foi a última vez que a vi.
Depois, minha mãe tinha sido inflexível: Nós ficaremos longe dos seus tios. Especialmente Randolph. Eu não darei a ele o que ele quer. Nunca.
Ela não havia explicado o que Randolph queria, ou o que ela e Frederick e Randolph tinham falado sobre.
Você deve confiar em mim, Magnus. Estar próximos deles… é muito perigoso.Eu acreditei na minha mãe. Mesmo depois de sua morte, eu não tive qualquer contato com nenhum de meus parentes. Agora, repentinamente, eles estavam me procurando. Randolph vivia na cidade, mas até onde eu sabia, Frederick e Annabeth continuavam a viver em Virgínia. Porém, aqui estavam eles, distribuindo flyers com meu nome e foto nele. Onde eles tiraram mesmo uma foto minha?
Minha cabeça zumbia tão alto, eu perdi partes da conversa deles.
-para achar Magnus,” Tio Frederick estava dizendo. Ele checou seu smartphone. “Randolph está no abrigo da cidade de South End. Ele disse sem sorte. Nós deveríamos tentar o abrigo de jovens através do parque.
Como vamos sequer saber que Magnus está vivo?” Annabeth perguntou miseravelmente. “Perdido por dois anos? Ele pode estar congelado em uma vala em algum lugar!
Parte de mim estava tentado a pular para fora do meu esconderijo e gritar, TA-DA!
Mesmo que tenha sido há 10 anos que eu vi Annabeth, eu não gostava de vê-la aflita. Mas depois de tanto tempo nas ruas, eu aprendi da maneira mais difícil: você nunca entra uma situação até saber o que está acontecendo.
“Randolph está certo,” disse tio Frederick. “Magnus está vivo. Ele está em algum lugar em Boston. Se sua vida está em verdadeiro perigo…”
Eles partiram em direção a Charles Street, suas vozes levadas pelo vento.
Eu estava tremendo agora, mas não era de frio. Eu queria correr atrás de Frederick, confrontá-lo, e perguntar o que estava acontecendo. Como Randolph sabia que eu continuava na cidade? Por que eles estava me procurando? “Como minha vida estava em perigo mais agora do que qualquer outro dia?
Mas eu não os segui.
Lembrei da última coisa que minha mãe me disse. Eu estava relutante a usar a saída de incêndio, relutante a deixá-la, mas ela pegou os meus braços e me fez olhar para ela. Magnus, corra. Esconda-se. Não acredite em ninguém. Eu te encontrarei. O que quer que faça, não procure Randolph por ajuda.Então, antes de eu sair pela janela, a porta de nosso apartamento estourou em lascas. Dois pares de brilhantes olhos azuis emergiam da escuridão…
Sacudi a memória e vi Tio Frederick e Annabeth caminhando, virando ao leste em direção a Common.
Tio Randolph… Ele os trouxe para Boston. Todo este tempo, Frederick e Annabeth não sabiam que minha mãe estava morta e eu estava perdido. Parecia impossível, mas se era verdade, porque Randolph contaria a eles sobre isso agora?
Sem confrontá-lo diretamente, eu poderia pensar em uma única maneira de conseguir respostas. Sua casa na cidade era em Back Bay, uma caminhada fácil daqui. De acordo com Frederick, Randolph não estava em casa. Ele estava em algum lugar em South End, procurando por mim.
Uma vez que nada melhor do que começar o dia com um pouco de invasão, eu decidi visitar a casa dele.

 .CAPÍTULO 2 – O HOMEM COM SUTIÃ DE METALA MANSÃO DA FAMÍLIA ERA UMA DROGA. Oh, claro, você não pensaria isso. Você enxergaria o enorme arenito de seis andares com gárgulas nos cantos do telhado, janelas de popa em vitrais manchados, mármores nos degraus da frente, e todos os outros blá, blá, blá, detalhes de “pessoas-ricas-vivem-aqui” e você deve se perguntar por que eu estou morando nas ruas.Duas palavras: Tio Randolph.Essa era a sua casa. Como filho mais velho, ele herdou isto dos meus avós, que morreram antes de eu ter nascido. Eu nunca soube muito sobre a novela da minha família, mas havia muita rivalidade entre os três irmãos: Randolph, Frederick e minha mãe. Após o Grande Cisma de Dia de Ação de Graça, nós nunca mais visitamos a antiga casa novamente. Nosso apartamento era, tipo, oitocentos metros de casa (N.T. no original, meia milha de distância), mas Randolph poderia muito bem ter vivido em Marte.Minha mãe só o mencionava se acontecesse de dirigirmos perto da casa. Então ela apontava como se estivesse indicando um penhasco perigoso.Viu só? Ali está. Evite ir lá.
Depois que comecei a viver nas ruas, eu às vezes caminhava a pé pela noite. Espreitava pela janela da casa e via nas vitrines uma exposição brilhante de antigas espadas e machados, capacetes com máscaras assustadoras me encarando das paredes, estátuas com silhuetas nas janelas do andar de cima como fantasmas petrificados.
Muitas vezes eu considerei entrar para bisbilhotar o lugar, mas nunca fui tentado a bater na porta. Por favor, Tio Randolph, sei que você odiava minha mãe e não me vê há dez anos; eu sei que você se importa mais com sua antiga coleção enferrujada do que com a sua própria família; mas eu posso morar na sua casa maneira e comer os restos das crostas do pão?
Não, obrigado. Eu prefiro estar nas ruas, comendo falafel do dia anterior na praça de alimentação.
Ainda assim… Percebi que seria simples entrar, olhar ao redor, e ver se eu encontro respostas sobre o que está acontecendo. Enquanto estiver lá, talvez eu possa pegar alguma coisa para penhorar.
Lamento se isso ofende o seu senso de certo e errado.
Oh, espere. Não, eu não lamento.
Eu não roubo de qualquer um. Eu escolho idiotas detestáveis que já possuem muito. Se você tem uma BMW e estaciona em uma vaga especial, eu não teria problema em quebrar sua janela e pegar suas moedas do suporte de copo. Se você está saindo do Barneys com sua sacola de lenços de seda, tão ocupado falando no telefone e empurrando as pessoas para fora do seu caminho já que não está prestando atenção, estarei lá para você, pronto para abater a carteira do seu bolso. Se você pode pagar cinco mil dólares para assuar o nariz, você pode se dar ao luxo de me pagar o jantar.
Eu sou juiz, júri e ladrão. E por mais que eu tenha atacado tantos idiotas detestáveis, percebi que eu não poderia achar coisa melhor do que com o tio Randolph.
A casa ficava em frente à Avenida Commonwealth. Eu me dirigi de volta ao poeticamente chamado Beco Público, 429. A vaga de estacionamento de Randolph estava vazia. Escadas levavam até a entrada do porão. Se houvesse um sistema de segurança, eu não teria como detectá-lo. A porta tinha uma trinca simples, e até mesmo sem uma trava. Vamos lá, Randolph. Ao menos faça disso um desafio.
Dois minutes mais tarde, eu estava dentro.
Na cozinha, me servi com um pouco de peito de peru, bolachas e leite direto da embalagem. Sem falafel. Droga. Eu estava realmente no clima para comer alguns, mas eu achei uma barra de chocolate e a guardei no bolso do meu casaco para mais tarde. (Chocolate deve ser saboreado, não comido às pressas). Então eu subi as escadas até um mausoléu de móveis de mogno, tapetes orientais, pinturas a óleo, pisos de mármore e lustres de cristal… Foi apenas embaraçoso. Quem vive assim?
Aos seis anos, eu não poderia apreciar o quão caro todo este material era, mas a minha impressão geral da mansão era a mesma: escura, opressiva e assustadora. Era difícil imaginar a minha mãe crescendo aqui. Era fácil entender por que ela se tornou fã de lugares aos ares livres.
Nosso apartamento acima do Korean BBQ na Allston havia sido acolhedor o suficiente, mas mamãe nunca gostou de estar dentro dele. Ela sempre dizia que seu verdadeiro lar era no Blue Hills. Nós costumávamos caminhar e acampar em todos os tipos de clima — ar fresco, sem paredes ou tetos, nenhuma empresa, e com os patos, gansos e esquilos.
Este triplex, por comparação, me fazia se sentir em uma prisão. Enquanto eu estava sozinho no saguão, minha pele se arrepiava com besouros invisíveis.
Eu subi até o segundo andar. A biblioteca cheirava a limão polonês e couro, assim como eu me lembrava. Ao longo de uma parede havia uma caixa de vidro iluminado cheio de capacetes vikings enferrujados de Randolph e lâminas de machados corroídos. Minha mãe me disse uma vez que Randolph ensinava história em Harvard antes de alguma grande desgraça acontecer e ele ser demitido. Ela não quis entrar em detalhes, mas é evidente que o cara ainda é louco por artefatos.
Você é mais esperto do que qualquer um de seus tios, Magnus, minha mãe me disse uma vez. Com suas notas, você facilmente pode entrar em Harvard.
Isso havia sido quando ela ainda estava viva, eu ainda estava na escola, e tinha outra preocupação futura que não era encontrar minha próxima refeição.
Em um canto do escritório de Randolph, estava uma grande placa de pedra, semelhante a uma lápide, a frente era pintada em espirais vermelhas. No centro, havia um desenho bruto de uma besta rosnando – talvez um leão ou um lobo.
Estremeci. Não vamos pensar sobre lobos.
0

Robert Downey Jr. levará um fã para a estreia de 'Avengers: Age of Ultron'

.. terça-feira, 3 de março de 2015 Nenhum comentário:
O incrível ator Robert Downey Jr., lendário por muitos papéis (dentre eles o de Sherlock Holmes e Homem de Ferro, nos filmes da Marvel), já havia dado um ''spoiller'' sobre um possível e grande anunciamento, o qual gerou muitos rumores de uma possível confirmação de 'Homem de Ferro 4' e/ou o terceiro filme da saga de Sherlock Holmes, no entanto, há suspeitas de que o anúncio já foi feito. E ele é de longe extraordinário. 



Robert Downey está iniciando uma rifa beneficente. Mas não uma rifa qualquer. Uma rifa que pode levar você para Hollywood com tudo pago e, além disso, você assistirá à estreia de Avengers: Age of Ultron — Os Vingadores: A Era de Ultron —  e ao lado dele, o super Robert Downey Jr.: Gênio, bilionário, playboy, filantropo. 



Com USD$10 você já está concorrendo a este prêmio, no entanto, mesmo que você não seja o grande sortudo ainda poderá concorrer e desfrutas de alguns inigualáveis prêmios, tudo variando do valor doado (valores em dólares).
Segue a lista.
  • USD$25 Cartão digital exclusivo de agradecimento do RDJ
  • USD$ 100 Edição limitada da Camiseta da campanha RDJ
  • USD$ 250 Poster de arte conceitual dos Vingadores: Age of Ultron e Edição limitada da Camiseta da campanha RDJ
  • USD$500 Edição limitada da Camiseta dos Vingadores: Age of Ultron
  • USD$1,000 Poster exclusivo e emoldurado dos Vingadores: Era de Ultron autografado por RDJ e Edição limitada da Camiseta da campanha RDJ
  • USD$ 2,000 Poster exclusivo e emoldurado dos personagens dos Vingadores: Era de Ultron autografado por RDJ e Edição limitada da Camiseta da campanha RDJ
  • USD$2,500 Réplica do capacete do Homem de Ferro autografada por RDJ
  • USD$5,000 Mala de sobrevivência Pelican autografada por RDJ com cartões postais das artes conceituais de Vingadores: A Era de Ultron, um canivete suíço e outras surpresas
  • USD$7,500 Arte conceitual de Vingadores: Era de Ultron autografada por RDJ
  • USD$10,000 Uma folha emoldurada das ideias de RDJ sobre o personagem e o enredo de Homem de Ferro 3
  • USD$25,000 Réplica da armadura do Homem de Ferro autografada por RDJ
  • USD$50,000 Visite o set de Capitão América: Guerra Civil e conheça RDJ
  • USD$50,000 Você e mais nove amigos vão assistir uma pré-estreia exclusiva de Vingadores: A Era de Ultron em Los Angeles, Arte conceitual de Vingadores: Era de Ultron autografada por RDJ e Mala de sobrevivência Pelican autografada por RDJ.
Para dar um gostinho da hipótese de, no mínimo, conhecer RDJ, assista ao vídeo divulgado pelo próprio:



Aqui está a tradução de um trecho em que RDJ conta sobre a estada do sortudo (ou sortuda):

"Skydiving indoor, café da manhã no Randy’s Donuts, um passeio de helicóptero por Los Angeles, e isso é só o começo. Consegui sua atenção? Ótimo. Vou levar você e um amigo para Los Angeles para passar um dia com o Tony Stark antes do meu motorista te buscar rumo à Estreia Mundial de Vingadores: Era de Ultron. E como vamos andar pelo tapete vermelho juntos, vou me certificar de que minha equipe te arrume um smoking ou vestido antes do evento. Vamos assistir ao filme, comer um pouco de caviar, e se tudo for bem, talvez eu até reconsidere o lance de não ter um sidekick. Vejo você em breve."
Toda a renda que for arrecadada será doada para a instituição Julia’s House, que, com as próprias palavras do anunciante:

"...uma instituição dedicada a ajudar crianças com doenças terminais e suas famílias. As enfermeiras e cuidadoras providenciam apoio que muda a vida de pais e seus filhos tanto no asilo quanto em casa. A maioria dessas crianças não tem chances de passar dos 18 anos de idade, mas o Julia’s House os apoia durante o ano todo, oferecendo descansos de emergência e cuidados durante a noite e oferecendo apoio emocional e prático para a criança.”

Enfim, uma linda atitude de Robert Downey e também uma grande chance para os fãs dos Vingadores e, é claro, de RDJ.

Para participar, clique aqui.
0

Divulgada sinopse de 'Piratas do Caribe: Os Mortos Não Contam Histórias'

.. sábado, 21 de fevereiro de 2015 Nenhum comentário:

Divulgada a sinopse de 'Pirates of the Caribbean: Dead men tell no tales'



A volta do lendário Jack Sparrow — Capitão Jack Sparrow, desculpe-me. — foi marcada pela divulgação da sinopse do 5º filme de 'Piratas do Caribe', o tão esperado e vangloriado Pirates of the Caribbean: Dead men tell no tales, em português 'Os Mortos Não Contam Histórias'. 
O filme dirigido por Espen Sandberg e Joachim Rønning terá como elenco Johnny Depp (na minha opinião, um dos melhores atores atuais), Geoffrey Rush, Kevin R. McNally, Stephen Graham, Javier Bardem, Kaya Scodelario, Brenton Thwaites e Golshifteh Farahani. A longa será produzida por Jerry Bruckheimer e escrito por Jeff Nathanson, além dos produtores executivos: Chad Oman, Joe Caracciolo, Jr. e Brigham Taylor.
Enfim, o filme terá tudo (e mais um pouco) para ser tão e até mesmo mais extraordinário que seus anteriores: 'Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra', 'Piratas do Caribe: O Baú da Morte', 'Piratas do Caribe: No Fim do Mundo' e  'Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas'.
Sem mais enrolação, a sinopse nos dá um gostinho do quão épico será o próximo filme do esperto e incrível capitão Jack:

Partindo para uma aventura completamente nova, o pirata azarado Jack Sparrow encontra os ventos do mau agouro soprando mais fortes quando um grupo de terríveis fantasmas piratas, liderados por seu velho inimigo, o aterrorizante Capitão Salazar (Javier Bardem), escapa do Triângulo do Diabo. Ele retorna dos mortos determinado a matar todos os piratas no mar… inclusive Sparrow. Para salvar a sua pele, Jack terá que encontrar o Tridente de Poseidon, o poderoso e mítico artefato que concede ao seu detentor o controle dos mares.



 O filme que já foi previsto para ser lançado no início de 2015 e, logo depois no início de 2016, e que também correu o risco de ser cancelado, já está com as gravações em pleno vapor. Para a alegria de nós, fãs, as filmagens começaram há cerca de dois dias em Queensland, Austrália.

Primeira imagem divulgada das gravações de 'Piratas do Caribe: Mortos Não Contas Histórias'.

A estreia agora está programada para ser em 7 de julho de 2017, na Turquia. Sem nenhuma confirmação da data oficial e da data para o Brasil, resta-nos esperar de forma ansiosa e angustiante  para que não demore mais, afinal não vejo a hora de rever o imortal e inesquecível Capitão Jack Sparrow em ação. 




0

Fã de Minecraft?!

.. segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 Nenhum comentário:
Bom, estou aqui para divulgar e recomendar um canal de youtube muito bom, sendo ele sobre games, principalmente Minecraft.  Inscrevam-se, divulguem e curtam os vídeos.



2

Lançamento de 'Percy Jackson e os deuses gregos'

.. terça-feira, 20 de janeiro de 2015 2 comentários:
A editora Intrínseca anunciou nesta sexta-feira (16), a versão brasileira para o livro 'Percy Jackson e os deuses gregos', que deve chegar nas livrarias de todo o país no dia 25 de fevereiro. Segue abaixo a capa em português: 



0

Fome de séries

.. sábado, 17 de janeiro de 2015 Nenhum comentário:

Fome de quê? 

Temos muitos hobbies: livros, filmes, brincadeiras, músicas, e TV.
Nestas férias, tenho aproveitado o tempo vago para assistir à algumas séries, tais como:
Friends, Castle e Forever, e quero recomendá-las de um modo bem detalhado a vocês.


Um vício recomendável: Friends
Médicos advertem: Quem ri, vive mais.



*Inicie o vídeo para que a trilha sonora (completa) principal de Friends toque enquanto você estiver lendo sobre a série, junto estão misturadas várias cenas de várias temporadas*



Muitos já devem ter ouvido falar do seriado 'Friends', outros nem tanto. Um sitcom dentre os mais famosos e bem sucedidos do mundo até os dias atuais o define bem.



Com tantas séries novas, modernas, para quê assistir à uma série que estreava há pouco mais de 20 anos? Era exatamente o que eu pensava.
Só para vocês terem uma noção do sucesso internacional, a série "revolucionou" o dicionário norte-americano e "empurrou" muitos dos considerados melhores atores atuais, tal como a incrível Jennifer Aniston.
Um motivo esclarecedor para assegurar que é uma boa ideia assistir ao seriado:
Ele é incomum, perfeito na imperfeição de ser sutil e muito parecido com nosso cotidiano, além de ser difícil segurar as risadas e o entretenimento quando se assiste aos episódios.




Enfim, estou aqui para recomendar este sitcom, o qual tem me divertido muito nessas férias, além de falar um pouco sobre o seriado de um modo que eu possa recomendar a melhor e mais viciante série de comédia de todos os tempos: Friends.



O interessante de Friends é que não há nada demais na série. É simplesmente uma série revelando situações comuns para pessoas (personagens) extraordinários em todos os aspectos.
O melhor de Friends está na sutileza em que tudo é tratado, seja uma dúvida, um evento importante, uma mentira, algo inesperado, qualquer coisa.
Os diálogos são inteligentes e interessantes, alcançam a mente do telespectador de modo que ele fique hipnotizado com o que está acontecendo, muitas vezes se vendo em um personagem, imaginando o próximo passo dele.


Situações que as pessoas discutem normalmente em casa, sem um quê de interesse ou preocupação, são responsáveis por uma bola de neve, quando se tratando de Friends.
Sentimentos, shows, festas, móveis, comidas, imóveis, utensílios, acessórios, roupas, músicas, testamentos, vizinhos, barulho: qualquer coisa pode virar um enigma a ser desvendado quando um dos amigos decide levar a fundo o tema, até flashbacks eram constantes.


Quem nunca se cobriu de areia ou pensou em fazê-lo, não sabe o quão legal é. Aí está algo que admiro em 'Friends': A capacidade de dar uma marca a algo, causando uma nova perspectiva, uma nova opinião ou objeção sobre algo; Os friends simplesmente têm a capacidade de dar um novo significado à qualquer coisa, por mais comum que seja, a torna especial do seu jeito.


Em um exemplo comum e conhecido: Paqueras.
Joey, deu um novo símbolo, ou melhor, uma nova frase ilustrativa e famosa:

Em português "Como vai?"
Elenco
 As fotos são atuais, lembrando que a série estreou há 20 anos. O elenco era composto por nada mais nada menos que três atrizes e três atores, todos como atores principais (nenhum coadjuvante) sendo eles:


Jennifer Aniston
Intérprete de Rachel Greene

Couterney Cox 
Intérprete de Mônica Geller

Lisa Kudrow 
Intérprete de Phoebe Buffay
Matt LeBlanc
Intérprete de Joey Tribbiani

Matthew Perry
Intérprete de Chandler M. Bing

David Schwimmer 
Intérprete de Ross Geller


O seriado que estreou em 22 de setembro de 1994, traz, a cada episódio, situações cotidianas e normais que, apesar de muitos esforços, os Friends sempre conseguem transformar em uma situação hilária e um tanto quanto surpreendente.
Compostas por diálogos inteligentes, situações inusitadas, momentos sarcásticos e amores platônicos, as histórias se passam na cidade de Nova York (ou quase todas), tendo com sempre ponto de encontro dos Friends a cafeteria 'Central Perk', que homenageia o parque nova iorquino Central Park.




História

A primeira temporada começa com três amigos conversando, e logo aparece um atônico Ross Geller contando que sua esposa o deixou. Com o desenrolar do episódio, a cafeteria do Central Perk recebe uma visita inusitada: Uma jovem loira de olhos azul-esverdeados entra com tudo no espaço. Até aí, tudo bem. A questão é que a jovem que aparece não está vestindo algo próprio para a ocasião, mas sim um vestido de noiva e um véu. Rachel, desesperada por um lar após deixar seu noivo no altar, procura por Mônica, que lhe apresenta ao resto dos amigos e Ross. O que Mônica não sabia era que, a surpreendente aparição de sua amiga do colegial traria à tona os antigos sentimentos de um despojado paleontólogo, Ross, por Rachel.



Sobre

Cada episódio é nomeado por "Aquele em que..." ou  "Aquele com...", sempre relevando alguma coisa que acontece, seja importante ou simplória.
A série é composta por 10 temporadas, sendo duas com 25 episódios, duas com 18 e as seis restantes com 24 episódios; Os episódios têm pouco mais de vinte e dois minutos cada, havendo 1 em cada temporada que é duplo, sempre nos últimos episódios.



Uma série que atravessa os limites do que chamamos de policial: Castle 



*Inicie o vídeo para que a trilha sonora (extendida e com créditos finais) principal de Castle toque enquanto você estiver lendo sobre a série*




 Na minha opinião, a série 'Castle' é a melhor não somente no gênero policial, mas como um seriado.
O elenco, os produtores, roteiristas: todos, conseguiram fazer de uma série policial, uma série perfeita e completa. O melhor de 'Castle' é que não há centralização de personagens, ocasiões, lugares ou quaisquer coisas possíveis. Todos têm momentos para serem os ''principais'' da série, cada um realizando um feito extraordinário, ou no caso de Rick, teorias de conspiração do FBI, aliens abduzindo pessoas, teorias de conspiração de livros, medo de 'maldições' e uns momentos um tanto quanto psicopáticos.



Eu diria que temos três tipos de séries atualmente: A série que é engraçada mas que não faz você rir, apenas o faz parar para pensar e dizer a si mesmo "Ah, isto foi legal", e então dá um sorriso de satisfação interna, mas sem risadas.
Há o segundo tipo, que é simplesmente, a todo momento, engraçada ou séria. Faz seus telespectadores rirem ou se concentrarem, mas as piadas e as situações vão fazendo-lhe dissipar todo interesse e graça por serem muita enfáticas em um mesmo tema, fazendo você cansar da série, ver o nome em seu televisor e querer achar qualquer outra coisa menos aquilo, com um pensamento de "Ah, eu até assistiria. Mas deve ter algo melhor."
E há séries como Castle: Reúnem momentos sérios, engraçados,irônicos, tristes, científicos, dramáticos, angustiantes, sarcásticos;



Este conjunto faz daquela série, um vício. Você se sente bem assistindo à ela, torce pelos personagens, interage e tenta acompanhar o raciocínio deles, debate mentalmente "É aquele cara que cometeu o assassinato! Tem que ser." e, enquanto ele é interrogado, você tenta achar alguma prova de que o mesmo está dizendo a verdade ou simplesmente adulterando-a.
É o tipo de seriado que lhe faz querer ver o outro personagem com ciúmes, como eu penso sempre que assisto à esta série:
"O Rick tinha de arrumar uma namorada, só para fazer a Beckett ficar ciumenta e inventando histórias para justificar."
Porém, enquanto torço por isso, não gosto quando o alvo de ciúmes é Castle, torço para que o namorado/paquera de Kate suma do mapa. Isto, de fato, é uma série excelente. Ela faz seus telespectadores se agarrarem à alguma ideia como se fosse a boia que depende a sua sobrevivência; Acarreta um sentimento de que você é especial, um privilegiado por conhecer a trajetória dos personagens.


 Faz com que fique com raiva, amor, medo, ansiedade: tudo pelo personagem que sua mente decidiu coroar como preferido; Atiça seus sentidos, sua imaginação. Causa algo na pessoa que a acompanha, sendo que nem a mesma sabe dizer exatamente o que é. Erroneamente se pega pensando na série antes de dormir, durante uma refeição, até mesmo ao ouvir algo que, de algum modo irreconhecível, lhe faz lembrar da série e pensar: Como vai ser daqui para frente?!


Sem mais enrolações, simplesmente estou fazendo esta postagem para recomendar as minhas três séries preferidas, mas gostaria de adicionar um pouco a mais de crédito à uma delas: Se está em dúvida em relação às três citadas, opine por Castle. Há pouco, esta postagem era apenas para indicar Friends, quando comecei a reparar nas excentricidades de Forever e, principalmente, Castle. Eu creio que aquele que assiste à primeira temporada (10 episódios), ou até menos, sentirá uma sensação de curiosidade apoderar-se de si: Um convite para que assista às outras temporadas. Richard Castle e Kate Beckett formam a melhor série já vista: A série dos grandes e pequenos, das discriminações, das vinganças, da ganância. Mas também do amor, da amizade, confiança, solidadriedade, persistência,superação, ironia, sarcasmo, e novamente citando, da comédia dos diálogos inteligentes e sensatos (quase sempre são, entrementes há os momentos em que a mente de um escritor fala mais alto...).

"Isto foi incrível!"

A série Castle, cujo gênero é policial, acompanha os passos do famoso escritor romancista Richard Castle que, inesperadamente, vira o parceiro da detetive Kate Beckett. Com o intuito de inspirar-se em Beckett para a formação de uma nova personagem para um novo livro com novos casos, mais criminais e mais detalhados, o cotidiano policial faz Castle ter uma nova perspectiva de vida, mais ampla e mais sagaz, o que claro, não o torna menos cômico ou irônico.


Castle é um personagem cativante. No início, um escritor famosos e, de certa forma, playboy; No entanto, ao logo dos episódios, ele acaba aprendendo a lidar com a perda, dor e mentes criminosas, tornando-se não só um escritor muito sábio em relação ao crime, mas sim uma peça chave para a resolução de homicídios junto à durona porém sensual, detetive Beckett.





História

A incrível jornada de Castle se dá quando uma série de assassinatos parece copiar os seus livros, gerando uma curiosidade em sua maior fã (que não admite), detetive Kate Beckett, que decide levar Rick Castle para um interrogatório, sendo ele até então, o maior suspeito. Após sua liberação, Castle começa a ajudar a polícia na resolução deste caso com um quê de mistério e falhas. 
Após a resolução da sequência de assassinatos, Castle consegue uma desculpa para continuar e ajudar a NYPD.  Com o pretexto de um novo livro, Rick convence o prefeito de Nova Iorque, seu amigo, a deixá-lo junto à Beckett, Esposito e Ryan. Convivendo com a detetive, ela se torna a inspiração para a próxima personagem de Castle, Nikki Heat.




Elenco

Nathan Filion
Intérprete de Richard Castle


Stana Katic
Intérprete de detetive Beckett 


Molly Quinn
Intérprete de Alexis Castle


Jon Huertas
Intérprete de Esposito


Seamus Dever
Intérprete de Ryan


Ruben Santiago-Hudson
Intérprete de Capitão Roy Montgomery


Susan Sullivan
Intérprete de Martha Rodgers


Tamala Jones
Intérprete de Lanie Parish


Sobre

A série 'Castle' é composta por 7 temporadas (a 8ª ainda será confirmada, mas deve começar a ser produzida no meio deste ano) sendo a primeira temporada com 10 episódios, a 2ª, 3ª e 5ª com 24 episódios e as restantes com 23. Os episódios têm pouco mais de 40 minutos cada.




Forever:
Uma vida eterna



Ao ouvirmos sobre uma série policial, sempre imaginamos policiais modernos, super-agentes, e tecnologia de ponta. Porém, este tabu é quebrado quando falamos sobre 'Forever'.
A história gira em torno do legista Henry Morgan, grande apreciador de antiguidades, principalmente quando se tratando de mais ou menos 200 anos.



Uma série novata, iniciou-se em setembro de 2014 e, infelizmente, não alcançou altos índices de audiência, apesar de ser um seriado colossal e excelso.
Forever é uma série fascinante. Cheia de ação e flashbacks, sugere uma nova perspectiva ao que chamamos de imortalidade.

 História

O tímido Dr. Henry Morgan trata das peculiaridades da morte com conhecimento e altivez, como um desafio que o importuna, se a morte carregasse um segredo que só ele conhece. Quando na verdade, a morte é quem carrega seu pesado e lacônico fardo. O segredo correu pelos ouvidos do Dr. Morgan há 200 anos, enquanto trabalhava como médico no comércio de escravos africanos, sua vida esvaiu de seu corpo inerte. O que ele jamais esperava era que, a vida o voltasse quase que imediatamente, aparentando mais saúde que o possível de se pensar; Com a mesma aparência sempre, Henry renasce com seus 'joviais' 35 anos quando morto, sem envelhecer. Não importa quão brutal ou sutil seja sua morte, ele reaparece em algum outro lugar, vivo, sem deixar vestígios de que, em algum momento, sua cova poderia ter sido ocupada. Aprendendo as propriedades da morte como um telespectador em camarote, ele começa a ajudar os casos de homicídios atuando como médico legista e, encontrando o que só a figura de preto com uma foice na mão conheceria, os tesouros da morte.
O que muitos considerariam uma benção é na verdade, a maldição de Henry. Do que lhe adianta viver eternamente se sempre estará perdendo as pessoas que ama? A partir daí, ele reconsidera o que é viver e o que é morrer, demonstrando seus muitos méritos e múltiplos conhecimentos irreconhecíveis, vivendo a cada dia, como se fosse o primeiro.


Elenco

Ioan Gruffudd
Intérprete de Henry Morgan

Alana de la Garza
Intérprete de detetive Jô Martinez

Donnie Keshawarz
Intérprete de Mike Hanson

Joel David Moore
Intérprete de Lucas Wahl

Judd Hirsch
Intérprete de Abe

Lorraine Toussaint
 Intérprete de Joanna Reece

Sobre

 Sua primeira temporada está com 13 episódios, e serão lançados mais ao longo do ano.



Atualmente, estou terminando a 4ª temporada de Castle, e, para seguir todos os capítulos e temporadas, estou assistindo-os através de dois sites: "Mega Filmes HD" e "Filmes Online Grátis".
 Faço isso pois se houver algum problema com o vídeo em um dos sites, ou simplesmente estiver lento demais ou parar de carregar, vou para o outro. Então disponibilizarei dois links para cada série, para que assim você possa assistir aos episódios de todas as temporadas e, caso haja algum problema, recorrer ao outro site.
Obs.: Em qualquer dos sites, recomendo que utilize o player Vidto, que carrega mais rápido e os anúncios são mais fáceis de retirar (clicando em pequenos 'x' vermelhos que aparecem acima deles). Mas muitas vezes o Vidto está com algum problema, então NESTES CASOS, recomendo o DropVídeo, mais lento em quaisquer sites.

Obs.²: Recomendo as opções de assistir com o conteúdo legendado; São originais, mais legais e engraçados.

Se interessou por alguma das séries citadas acima? Você pode assisti-las online clicando no nome do site que pretende assistir:


Friends 
 Mega Filmes HD
ou
Filmes Online Grátis


Castle
Mega Filmes HD
ou
Filmes Online Grátis



Forever
Mega Filmes HD
ou
Filmes Online Grátis









Percyanaticos BR / baseado no Simple | por © Templates e Acessórios ©2013